quinta-feira , 30 junho 2016Portal de Notícias do Ministério Internacional Gerando Vida | MIGV12
Breaking News
Capa » Artigos » Família » Dificuldades com seu filho para ir à escola?
Dificuldades com seu filho para ir à escola?

Dificuldades com seu filho para ir à escola?

Por Karine Rizzardi*

Muitos pais colocarão seus filhos estudar pela primeira vez, neste segundo semestre. Este é um momento importante, onde o primeiro contato com a escola, será a base para outros começos de relacionamentos em suas vidas.

Observe as recomendações para que os pais driblem essa transição sem maiores problemas:

  1. É importante respeitar o tempo da criança. Ela sinalizará quando quiser fazer amigos ou desenvolver atividades. Por esta razão, os pais não deverão se preocupar se o filho irá ou não à escola, mas terão que focalizar primeiramente no seu bem estar emocional.
  2. Caso os pais estejam a ponto de ganhar outro filho e no mesmo período, coincida com a entrada do filho na escola, aconselha-se a mãe que não coloque o mais velho na escola sem antes passar alguns meses com os dois em casa. Isso evita com que o filho se sinta substituído ou trocado pelo irmãozinho, o que pode gerar problemas relacionados ao ciúmes entre irmãos.
  3. Antes mesmo das aulas começarem, é importante que seja feito um preparo psicológico na criança, onde os pais poderão ressaltar todas as vantagens que ela terá ao entrar na escola, dizendo que poderão brincar na areia, dançar, pular, colar, conhecer amiguinhos, etc.
  4. Se a criança começar a chorar ao ir para a escola, devemos primeiramente compreendê-la porque ela está passando por uma fase de mudanças, onde tudo para ela é novo e nada lhe é familiar. O período de adaptação pode levar de duas semanas a um mês.
  5. Nos primeiros dias de aula, é importante que seja feito um programa de adaptação, onde a criança fica apenas umas ou duas horas e depois volta para casa. Algumas escolas já implementam isso, outras não. Esse período é de suma importância para que ela vá adquirindo confiança no ambiente e nos professores, sem que lhe seja algo invasivo ou que ela se sinta abandonada ou insegura. Aos poucos e sem que ela perceba, já estará adaptada.
  6. Se caso o filho se adaptou bem ao primeiro dia, é um sinal de parabéns para os pais. Muitos pais podem se sentir descartáveis, como se o filho não os amasse, mas isso é sinalizador de autoconfiança e de que foi bem trabalhado na cabecinha do filho o momento de entrar na escola. Alguns estudos defendem a idéia de que alguns filhos com dificuldades de ficar na escola, estão captando uma dependência dos próprios pais ao seu respeito. Em muitos casos, pensa-se que é a criança que é dependente, masmuitas vezes essa dependência é dos próprios pais.
  7. Se no tempo de um mês a criança ainda sente dificuldade de ir para a escola, é importante verificar o que pode estar acontecendo com o filho ou se há questões familiares encobertas.

Caso seu filho já freqüente a escola, mas ainda é pequeno e começará outros cursos, observe essas dicas para outras finalidades, tais como iniciar aulas de inglês, informática ou qualquer outra atividade das quais ela nunca teve contato anteriormente.

*A autora é psicóloga especialista em casais e família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*